quinta-feira, 25 de agosto de 2016

No meu corpo

Também há novidades, as minhas novas tatuagens, lindas que elas só.
Estava na hora de fazer alguma coisa também para o mais pequeno.
E estas representam o meus Pimpolhos lindos, os meus macaquinhos, a minha vida.




quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Perdição

Este ano ainda não tinha comido nenhum, os figos estão caríssimos, e sem contar os pais de uma amiga minha trouxeram-me figos, três caixinhas destas, foi lambuzar-me até mais não, aqui em casa só eu e a Pimpolha é que adoramos figos, então foi comer até fartar.
Estavam tão bons, que delícia de figos.



terça-feira, 23 de agosto de 2016

Fomos ao cinema

É raro irmos ao cinema, é a segunda vez que o fazemos, por isso é uma alegria.
Fomos com os amiguinhos que estão de férias e então fomos todos para a alegria ser maior.
Os pequenos adoraram o filme, fartaram-se de rir e comentar ao longo do filme as situações engraçadas.
já os grandes não acharam grande piada.
Acho que foi o primeiro filme de animação em que estava desejando que acabasse, não consegui achar piadinha nenhuma ao filme, achei-o muito violento.



Sinopse:
Na quinta colaboração em animação, a Illumination Entertainment e a Universal Pictures apresentam A VIDA SECRETA DOS NOSSOS BICHOS, uma comédia sobre a vida dos nossos animais de estimação a partir do momento em que saímos para o trabalho ou para a escola todos os dias.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

O teu dia

Hoje era o teu aniversário e nem imaginas a tristeza que sinto por não estares aqui.
Tem sido muito difícil, ando numa fase difícil, há fases mais fáceis, datas, mas há outras que são mesmo complicadas.
Estou a passar por uma fase má, em que tudo me lembra de ti, vou buscar tudo aquilo que vivemos, ando a sonhar imenso contigo, tenho tantas saudades tuas.
Fazes-me muita falta e vais fazer sempre, acho que nunca vou conseguir deixar de sentir esta dor, e esta solidão em que me deixaste.
Ai, minha mãe, o teu neto é tão lindo, queria tanto que ele te conhecesse, que o visses, que pegasses nele, que cuidasses dele.
Esta dor é enorme, de saber que ele nunca te vai conhecer, nunca vais fazer parte da vida dele, e isso custa tanto.
Hoje era o teu dia, dia de ir comprar um bolinho para festejarmos, estamos juntas, como sempre estivemos.
No teu último aniversário, nem fotos quiseste, estavas muito em baixo, apesar disso fui comprar um bolo, para não deixar passar a data em branco, nem a tua neta quereria outra coisa, e tentei alegrar-te e disse-te que para o próximo ano estarias curada e faríamos uma grande festa, para celebrar, mas foi o teu último aniversário e nem imaginas a dor que sinto ao recordar esse dia, que foi um dia triste, passamos a manhã no centro de saúde para levares as injecções habituais, estavas cansada, e eu não te deixei ir abaixo, nunca pensando que seria o teu último aniversário .
Minha mãe, tenho muitas saudades tuas, e só espero que estejas bem e em paz, que nós vamos vivendo a vida, como podemos, sem ti...
Amo-te muito, mesmo muito, olha sempre por nós...

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Come a sopa, Pimpolho, come a sopa...

Tem sido difícil comer a sopa.
Primeiro não percebia para que era a colher, depois fechava a boca, depois era a língua que vinha para fora, enervava-se, começava num pranto, já não comia mais nada.
Agora aprendeu rapidamente a cuspir a sopa, lá vai abrindo a boca, lá vou conseguindo por alguma coisa naquela boca, que rapidamente vem para fora, e andamos assim, a ver se começa a gostar de comer a sua sopa.
Sua irmã comia tão bem a sopa, logo desde a segunda tentativa, que diferença...



quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Tristeza

Se há coisa que me deixa revoltada e triste são os incêndios.
Não consigo ficar indiferente aquelas pessoas que perdem tudo.
Aquilo que mais me revolta é que muitas das vezes os fogos são postos e os delinquentes, malucos, piromaníacos, ficam impunes e as pessoas ficam sem as suas casas, suas coisas, suas vidas.
Pessoas que perdem tudo, muitas vezes tentam salvar alguma coisa e acabam por perder as suas vidas, bombeiros morrem a lutar e a tentar ajudar os outros e os maluquinhos continuam impunes, esses é que lá deviam ficar, assim já não faziam mais mal a ninguém.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Diversão

Este ano começou a andar de carrinhos de choque e adorou, desenrascou-se bem, foi uma diversão.
É um divertimento que não acho muita piada, aliás eu não acho grande piada aos carroceis, nunca gostei muito de andar, só o fazia com os meus sobrinhos e saía sempre de lá toda atordoada, mas a Pimpolha adora.



quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Meu amor grande




Está enorme, cresce a olhos vistos.
Já interage connosco, lindo, lindo, lindo.
Está a iniciar-se nas sopas e papas, não tem corrido muito bem, mas com muita paciência vamos lá.

terça-feira, 2 de agosto de 2016

É assim a vida...

Como é possível alguém que já foi tão importante para nós, que eu estive sempre ao seu lado em todos os momentos, alguns dos piores, estive lá sempre e agora passamos na rua uma pela outra e não há conversa, não há cumplicidade, não há nada, apenas um desconforto...
Para mim, aquela frase feita, que se diz que podemos estar afastados anos e anos, mas os amigos de verdade são sempre amigos, blá, blá, blá...para mim é uma palhaçada, um amigo, tem que estar presente, procurar, saber, preocupar-se, se não o faz, não é amigo.
E eu fui tão sua amiga e hoje não resta nada, mesmo nada...
E fico triste, porque me lembro de tanto que vivemos juntas... mas sempre de consciência tranquila, pois corri atrás, tentei manter o contacto, insiste, insisti, mas não dava para fazer mais nada, não ia estar sempre a tentar, quando do outro lado "fica para depois, ah! hoje não dá...fica para depois..."