quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Há dias assim

Que a tristeza é grande.
As saudades da minha mãe são muitas, tem sido uma aprendizagem e uma caminhada árdua viver sem ela.
Não a ter aqui para desabafar, para apoiar-me neste momento difícil.
A operação da Pimpolha, e uma coisa que me sobressalta, que me enerva, que me faz ficar muito ansiosa e com medo.
Se a minha mãe estivesse cá, estaria na mesma, como eu, a sofrer, mas com aquele ar que estava tudo bem, e com uma força imensa, a ajudar-me e a apoiar-me, estando sempre presente em tudo.
E essa falta custa muito, pois eras a pessoa que mais nos amava, sempre presente em tudo.
Nunca tive, não tenho e nunca terei nenhum familiar assim, tão presente, tão preocupado e tão amigo.
Saudades tuas minha mãe.
Amo-te muito e amarei sempre.
Olha pela tua neta e pela tua filha, que sentem tanto a tua falta.


4 comentários:

  1. Já escrevi no meu diário palavras idênticas pela perda da minha avó que me criou e eu sei que nunca ninguém me vai amar tanto como ela.
    Dói, dói muito perder quem tanto amamos e nos ama é muito difícil muitos são os dias que queremos chorar e não vai haver um só dia que não te lembres dela ,o tempo nunca irá apagar a dor apenas ensina a saber viver com ela, onde a tua mãe estiver de certo estará olhar por vós ,muita força querida,beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ohhh fico mesmo comovida porque não sei mesmo que seria de mim sem a minha mãe, sem dúvida a pessoa que mais me apoia em tudo, que melhor me conhece e que mais me ama... Força querida, não sei que tipo de operação a tua princesa vai fazer, mas seja qual for, força porque custa muito nos nossos filhos esse tipo de coisas... Vai correr tudo bem...

    Beijo grande

    ResponderEliminar
  3. muita força... gostaria de ter tido uma mãe assim e imagino o quanto sofres pela falta dela. bjinhos

    ResponderEliminar