quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Um dia eu tive uma amiga

Uma vez eu tive uma amiga, que era tudo para mim.
Ela começou a namorar com um amigo meu e a partir daí, durante quase 5 anos, estávamos sempre juntas, fins-de-semana, cafézadas, noitadas, férias, praia.
Entretanto deixei de ser encalhada e aí começamos a fazer cada vez mais coisas juntos.
Gostava muito de estar com eles, ela era minha amiga, sempre  a tratei como tal e não como a namorado  do meu amigo de infância.
Cheguei a chatear-me com ele por causa dela, pois ele tinha algumas atitudes que eu não gostava e dizia-lhe, até cheguei a a sair em defesa dela em certas coisas.
Ela passou por um momento de fragilidade à nível de saúde, tentei estar sempre do lado dela, todos os dias enviava-lhe sms para ela se sentir mais contentinha, sempre que era possível ía vê-la ao hospital.
Em suma, fiz tudo o que uma amiga faz por outra, sempre fui amiga e companheira.
Até que chegou ao dia que o namoro deles terminou, e aí a nossa amizade também foi à vida, afinal eu era mesmo apenas a melhor amiga do namorado.
Tentei várias vezes combinar coisas com ela, falar com ela, perceber porque terminaram, da boca dela, claro, nunca foi possível, nunca dava.
Claro que depois de várias insistências desisti.
Entretanto a pimpolha nasceu e ela viu-a uma vez, por acaso, esbarrei com ela, porque se esperasse pela visita, que ela disse que nos faria, bem podia ficar sentada à espera.
E custa saber que ela vêm várias vezes aqui à rua ter com um amigo que temos em comum, e passa tantas vezes aqui, vejo quase todos os fins-de-semana o carro dela aqui parado.
Hoje vi que tem facebook, e que já têm vários amigos, e ela sabe que também tenho, pois é amiga de alguns amigos meus, e nunca me enviou convite.
E fiquei triste por isto.
E eu que fui tão amiga dela.
Queria sinceramente ter alguém do meu lado, como eu estava sempre do dela.


15 comentários:

  1. Pois é, damos tudo por as pessoas. Entregamo-nos ás pessoas, fazemos tudo o que achamos por elas e nas nossas mentes imaginamos que se passa o mesmo da outra parte e quando realmente precisamos verificamos que não é bem assim... Por isso é que se costuma dizer que amigas ou amigos verdadeiros são muito poucos, muitas vezes contam-se pelos dedos de uma mão.... Ás vezes é difícil não nos "darmos" tanto ás pessoas mas quando já faz parte da nossa maneira de ser é muito difícil... Temos de saber aceitar...

    ResponderEliminar
  2. Essas situações são sempre complicadas mas às vezes é o melhor! Assim sabes mesmo quem são os verdadeiros amigos!

    Força

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas muito ingratas :( deixa lá, não fiques triste, não precisamos de pessoas assim ao nosso lado ***

    ResponderEliminar
  4. Pois é, custa quando damos e pouco recebemos em troca, por vezes desiludimo-nos com os "amigos" e há alturas em que percebemos que temos de fazer limpezas!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Meninas, já passou, mas claro que ao ver o FB da "amiga" recordei tudo novamente, mas a tristeza já foi muito grande, agora já não sinto quase nada ;)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. É muito triste quando nos apercebemos que demos e a pessoas não merecia, mas realmente quem perde é ela. É assim que descobrimos quem são os bons e os maus amigos. Segue em frente, nós estamos aqui e somos melhores que ela!!! :)) Bjs

    ResponderEliminar
  7. É nos maus momentos que vemos os amigos verdadeiros. Infelizmente á poucos dias soube de mais uma falsa amiga na minha vida, agora que eu precisava de um bocadinho, enfim, seu sou assim e fico feliz de não ser a unica, dou tudo e raramente recebo.

    Beijinhos...

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente, ainda existem amizades assim. Parecem "saudaveis" e depois não são.
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. infelizmente para mim tem sido uma constante, enfim...
      bj

      Eliminar
  9. Já me aconteceu o mesmo que a ti, é uma tristeza... bj**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o problema e esperarmos que os outros façam o mesmo por nós, esperamos demais.
      beijinhos

      Eliminar
  10. Infelizmente já passei por isso, mas tal como tu hoje está tudo ultrapassado. Como já alguém te disse aqui, estas coisas servem para vermos quem são os verdadeiros amigos e apesar de doer muito na altura o certo é que crescemos e aprendemos!
    Força Anita, tristezas não pagam dívidas ;-)

    beijocas e obrigada pelo teu carinho sempre

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tens toda a razão, não vale mesmo a pena.
      beijinhos

      Eliminar